Troque a tampa do radiador e evite o superaquecimento do motor!

| 20 de agosto de 2013 | Nenhum Comentário

Se a água está baixando, o motor superaquecendo ou a junta do cabeçote já queimou e ninguém resolve é bom você saber um pouco mais sobre a tampa do sistema de arrefecimento!

O sistema de arrefecimento é responsável pela refrigeração do motor, e um componente que merece grande atenção é a tampa do radiador/reservatório que possibilita o acesso ao sistema para sua manutenção.

Na imagem abaixo é possível notar que tampa vai alem de um simples vedante, pois em sua construção possui também uma válvula estequiométrica calibrada que libera a saída do liquido de arrefecimento em caso de superaquecimento e outra que permitir a entrada de ar/liquido para que as mangueiras não se fechem devido ao vácuo formado pela saída ou vazamento.

trink explodida

MOTOR FERVENDO

O motor pode superaquecer por inúmeros motivos e a tampa do reservatório pode ser um deles, já que sua vida útil pode ter chegado ao fim, então é recomendado o controle de sua eficiência em todas as revisões para prevenção de falhas, perda de liquido e o temido superaquecimento do motor.

QUEDA NO NÍVEL DO LIQUIDO DE ARREFECIMENTO

O sistema de arrefecimento é pressurisado, mas uma falha mínima na tampa já pode contribuir para a queda no nível do reservatório e seu reparador precisa avaliar a eficiência da tampa em todas as revisões, pois se o sistema precisa ser completado, é por que existe um vazamento!

JUNTA DE CABEÇOTE QUEIMADA

Se o motor já superaqueceu e a junta do cabeçote queimou, é preciso redobrar a atenção nos testes da tampa do radiador, pois mesmo após a troca da tampa é preciso realizar um novo teste de estanqueidade no sistema para aferir a eficiência da tampa nova, prevenindo assim uma  possível falha na fabricação da tampa que colocaria todo o trabalho em risco.

Tampa do radiador e tampa do reservatório de água:

Quando devem ser trocadas?

A cada 02 anos ou a cada 50 mil quilômetros. Se o uso for predominantemente em regiões sem asfalto, recomenda-se a troca uma vez por ano ou a cada 25.000 quilômetros.

O que acontece se a troca não for realizada?

  • Inoperância das válvulas da tampa, que leva ao vazamento de água e aumento na temperatura no motor;
  • Funcionamento inadequado do sistema de arrefecimento;
  • Deterioração das borrachas de vedação da tampa, que leva ao vazamento de água e consequente sobre-aquecimento da água restante no sistema;
  • Queima da junta e possível travamento do motor no caso de perda de água.

 

Clique aqui para acessar um super catálogo de aplicação de Tampas.

 

 

OUTRAS TAMPAS

Tampa do reservatório de partida a frio e tampa do tanque de combustível

             Quando devem ser trocadas ?

            A cada 4 anos ou 100 mil quilômetros

O que pode acontecer se a troca não for realizada ?

  • Degradação dos componentes devido ao desgaste natural da borracha da tampa na presença do combustível;
  • Perda de elasticidade ou fissuras na borracha da tampa causando o vazamento do vapor de combustível, que agride o meio ambiente e é proibido por lei;
  • O forte odor do vazamento de vapor do combustível também pode causar náuseas e dores de cabeça;
  • O vazamento do combustível traz grande risco de incêndio, além de desperdiçar/aumentar o consumo de combustível.

Tampa do reservatório de óleo

             Quando deve ser trocada ?

            A cada dois anos ou 50 mil quilômetros.

O que pode acontecer se a troca não for realizada ?

  • A alta temperatura do motor gera a perda de elasticidade e causa fissuras na borracha;
  • O desgaste da borracha  causa o vazamento do óleo do motor, diminuindo a vida útil dos componentes.
  • O vazamento de óleo impede aprovação do veículo na inspeção veicular;


BANNER ARTIGOS

Tags: , , , , , , , ,

Categoria: Artigos, Motor Mecanica

About the Author ()

Profissional do ramo automotivo, dedicado a fornecer as informações necessárias, para a construção de uma relação positiva entre os consumidores e reparadores.