Siglas Automotivas ~ Sopa de Letrinhas

| 21 de dezembro de 2013 | Nenhum Comentário

Descubra o significado das siglas técnicas dos itens automotivos – ABS, VVTi, AKS ??

Descubra o significado das siglas automotivas e baixe uma Tabela Completa de Códigos de erros OBD2 e as principais soluções de defeitos da injeção eletrônica.

A

ABS – Anti-lock Brake System
Sistema de freio anti-travamento. É um sistema eletrônico que atua no sistema de freios evitando-se o travamento das rodas e por conseguinte a perda de controle do veículo
A/C ou AC- Air Conditioning
Ar Condicionado – Equipamento responsável pelo resfriamento do compartimento do passageiro. Tem como principais componentes o compressor de ar, o evaporador e o condensador.
AKS – Automatic Kuplung System
Sistema de embreagem automatica, ou sistema auto-clutch. É sistema eletro-hidráulico responsável pelo controle da embreagem em veículos com transmissão manual. A operação de comando da embreagem é realizada por uma central eletrônica, dispensando-se assim o pedal de embreagem

B

BAS – Brake Assist System
Sistema de assistência do freio. Durante uma frenagem de emergência, ficou constatado através de testes que o motorista não pressiona completamente o pedal de freio, isso ocasiona pouca pressão no sistema hidráulico e por consequência o aumento das distâncias de frenagem. O BAS faz com que quando detectada uma frenagem de emergência um solenóide no sistema de hidrovácuo aplique força total na frenagem, reduzindo-se assim as distâncias de frenagem.

C

CAN – Controlled Area Network
Area de controle Local – É uma rede local utilizada nos veículos mais modernos que faz com que todos os modulos eletrônicos do veículo “conversem” entre-si através de uma única via de comunicação. Isso faz com que se reduzam a quantidade de fios no chicote elétrico e por consequencia o peso e a possibilidade de falhas no veículo, além de haver uma maior interação entre toda a eletrônica do veículo.
CVT – Continuos Variable Transmission
Transmissão Continuamente Variável – É a tranmissão que não trabalha com engrenagens como os tradicionais sistemas, mas sim com um conjunto de polias e uma correia que através da variação do diâmetro dessas polias se faz a variação de torque e velocidade da tranmissão. Ainda é um produto relativamente novo, sendo que a mesma foi introduzida recentemente no mercado Norte-Americano pelo Honda Civic

D

Digital Versatille Disc
Disco Digital Versátil – É a evolução do CD. Comporta até 5 vezes mais informações que um CD. É o tipo de midia que esta substituindo as fitas de VHS no armazenamento de imagens, devido a melhor qualidade de imagem e durabilidade. Sistema esse com grandes chances de entrar para o mundo automotivo através de sistemas de entertenimento.

E

EBD – Electronic Brake Distribution
Diistribuição Eletrônica do Freio – Tem por função fazer com que a força de frenagem aplicada pelo motorista seja distribuida da melhor forma possível entre o eixo diânteiro e traseiro para um melhor controle da estabilidade do carro durante a frenagem.
ECM – Engine Control Module
Modulo de Controle de Motor. É o cérebro do motor, sendo este o controlador de todo o sistema de injeção eletrônica do veículo e gerenciamento de alguns periféricos ligados ao motor, por exemplo o compressor do ar condicionado.
ESP – Electronic Stability Program
Programa Eletrônico de Estabilidade. É o responsável pelo controle de estabilidade do veículo em condições que possam causar a perda de controle do mesmo. É composto por sensores na coluna de direçã, que determina o ângulo de esterçamento e um giroscopio, que determina o ângulo de inclinação da carroceria. O sistema atua em conjunto com o sistema ABS e o sistema de controle da injeção do motor. O funcionamento do sistema se dá quando os sensores detectam que o veículo esta na iminência da perda de controle, e se da através do corte da potência do motor e atuação no sistema de freios.
Por exemplo, se o veículo estiver executando uma curva para a esquerda e o sistema denotar que o mesmo esta saíndo de dianteira, este sistema vai cortar a potência do motor e acionar o freio da roda traseira direita para forcar o veículo a recuperar a trajetória desejada pelo motorista. É um sistema que já esta de série no Mercedes-Benz Classe A.

G

GPS – Global Positioning System
Sistema de Posicionamento Global – É a denominação de um sistema composto por uma rede de satélites em oribita geo-estacionária ao redor da terra que transmitem sinais para os receptores, normamente chamados GPS. Estes receptores processam a informação recebida destes satélites e informam a sua localização em Latitude, Longitude e Altitude. Dados esses de grande precisão, os erros chegam a menos de 1 metro, que servem para os sistemas de navegação do veículo saberem qual é a posição do veículo e qual é o seu deslocamento. O sistema de navegação de posse destas informações e dos mapas previamente armazenados vai determinar para onde o motorista deve dirigir para atingir o destino por ele traçado.

M

MTA – Manual Transmission Autoshifted
Transmissão Manual Auto-Engrenada – É o futuro da transmissão manual, pois nessa transmissão, a parte mecânica é igual a atual. O que muda é o sistema de engate, que passa de manual – operado pelo motorista – para automático, controlado por um sistema elétro-mecânico. Isso faz com que o motorista tenha a liberdade de escolher entre trocas automáticas – como se fosse uma transmissão manual – ou manual, através de botões ou uma pequena alavanca, mas com uma vantagem, sem o uso do pedal de embreagem. É um sistema muito mais barato que uma transmissão automática e permite o total controle pelo motorista. Já é utilizada em alguns carros Europeus, como o Opel Corsa.

R

RAV4 – Recreational Active Vehicle 4 Wheel Drive
Veículo Recreacional Ativo c/ Tração nas 4 Rodas – Sigla utilizada pela Toyota para designar seu veículo utilitário de pequeno porte, produzido no Japão e recentemente remodelado.

S

SIPS – Side Impact Protection System
Sistema de Proteção Contra Impacto Lateral – É um sistema conjunto de proteção dos ocupates de choques laterais. É composto por barras de proteção de impacto nas portas, zonas de absorção de impacto nas portas, colunas e forro de teto e air bags laterais nos bancos e do tipo cortina. Sigla utilizada pela Volvo.
SOFIS – Sofisticated Optimized Fuel Injection System
Sistema Otimizado de Injeção de Combustível – Letras utilizadas pela Nissan para designar seu sistema de Injeção de Combustível. É o mesmo que o sistemas normais de injeção de combustível disponíveis autualmente, somente com outro nome
SRS – Supplementary Restraint System
Sistema de Retenção Suplemetar – Nada mais é que o Air Bag, só que com outra siga utilizada por alguns fabricantes

V

VLSD – Vehicle Limited Slip Differential
Diferencial do Veículo com Escorregamento Limitado – Abreviação utilizada pela Nissan para designar seu sistema de diferencial com escorregamento limitado. Isso faz com que o veículo tenha tração mesmo que uma de suas rodas esteja girando em falso. Melhora a dirigibilidade do veículo em pisos escorregadios.
VVTi – Variable Valve Timing Intelligence
Inteligência de Variação do Tempo de (abertura) Válvula- É a designação da Toyota para o sistema de variação do tempo de abertua da válvula de admissão do motor. Esse sistema faz com que o motor apresente uma mehor curva de torque em baixas rotações, pois nessa faixa o motor tende a aspirar muito ar, fazendo com que a mistura ar-combustível fique pobre. O sistema faz com que nesse regime, o tempo de abertura das válvulas de admissão seja menor, diminuindo a quantidade de ar. Já em altas rotações o sistema faz justamente o contrário, aumenta o tempo de abertura da vávula de admissão de ar, fazendo com que haja uma melhor lavagem dos gases na câmara de combustão e um melhor enchimento da mesma, aumentando a potência final. É totalmente controlado pela ECM do Motor

W

WHIPS – Whiplash Head Impact Protection System
Sistema de Proteção da Impacto da Cabeça por Chicoteamento – A Volvo utiliza essa abreviação para designar um sistema incorporado nos seus bancos que faz com que esses se desloquem para trás após um forte impacto, fazendo assim com que se reduzam as chances de impacto da cabeça por efeito chicote, e por consequência danos que podem até causar a paralisia completa do ocupante pelo rompimento da coluna vertebral.


BANNER ARTIGOS

Categoria: Artigos, Injeção Eletrônica

About the Author ()

Profissional do ramo automotivo, dedicado a fornecer as informações necessárias, para a construção de uma relação positiva entre os consumidores e reparadores.
Sex Chat WP-Clear 3.0 Theme