Pneus, troca e cuidados

| 17 de setembro de 2013 | Nenhum Comentário

Você sabia que maus hábitos afetam a durabilidade dos pneus?

Seguem algumas dicas.

  1. Evite conduzir em alta velocidade.
  2. Evite fazer curvas em alta velocidade.
  3. Evite arrancadas e paradas rápidas.
  4. Passe longe de guias e buracos.
  5. Calibre os pneus semanalmente.
  6. Avalie o desgaste periódicamente.
  7. Faça rodízio e balanceamento.
  8. Faça alinhamento de direção.
  9. Cuide da suspensão.

Avaliando a banda de rodagem

twi10

Avalie regularmente o estado dos pneus, seja em uma oficina ou ao estacionar com a roda exterçada para um dos lados de forma que os pneus dianteiros demonstrem facilmente sua superfície de contato ao solo. Os indicadores de desgaste TWI ficam localizados no fundo dos sulcos da banda de rodagem e se apenas 1 ou 2 estiverem se aproximando da superfície é por que algo está errado e você precisa, por exemplo, ter mais atenção a calibragem, rodízio ou avaliar a geometria da direção.

1 – Calibrar os pneus uma vez na semana é algo obrigatório e alem de evitar desgaste irregular nos pneus essa prática ajuda na segurança, pois previne a falta de aderência em piso molhado e ajuda a economizar combustível.

2 – O rodízio é algo fundamental para a durabilidade do conjunto de pneus, até por que muitas inclinações de cambagem provocam um desgaste irregular nos pneus e somente o rodízio equilibra esse desgaste de forma uniforme, ou seja, cuidado com empresas que alinham o sistema de forma a evitar esse desgaste, pois isso está colocando sua segurança em risco, já que economiza pneu e em contra partida tira a estabilidade do veículo.

3 – Alinhar a direção vai alem de centrar o volante, pois esse alinhamento deve ser feito em forma de aferição total da geometria do veículo, o que compreende vários ângulos das 4 rodas do veículo, já que um carro bem alinhado pode sofrer interferências de ângulos como camber e caster e esses ângulos alteram totalmente o alinhamento, principalmente quanto as rodas dianteiras são viradas para os lados ou quando a suspensão está ativa.

Pneus deformados ou escamados

Deformidades ocorrem mais em pneus dianteiros, mas também ocorrem nos traseiros e as causas mais comuns são a falta de balanceamento, desgastes mecânico da suspensão e falta de alinhamento de direção.

Desgaste irregular nas laterais

pneu pressaoAs inclinações de camber, peso aplicado no veículo, desgaste de peças entre outros fatores podem interferir no desgaste do conjunto, mas o desalinhamento da direção é o vilão quando falamos de desgaste acentuado na parte interna e externa dos pneus e infelizmente os equipamentos que deveriam ajudar na correção desse problema são os maiores vilões, pois são poucas as empresas que tem o conhecimento e ferramentas para aferir suas máquinas de alinhamento e por isso recomendamos os equipamentos 3d e que mesmo assim que consumidor questione sobre o período de aferição do equipamento.

Desgaste maior no centro do pneu

A pressão excessiva dos pneus provoca o desgaste no centro dos pneus e uma geometria deficiente pode agravar mais ainda esse desgaste.

Desgaste maior nas extremidades do pneu

A pressão baixa dos pneus provoca uma deformidade indesejada da banda de rodagem, o que provoca o desgaste das extremidades, aumento da temperatura, perda de tração em pista molhada e aumento considerável no consumo de combustível.

Step

Os pneus de step que ficam expostos ao sol precisam de um cobertura para sua proteção e todo step deve estar calibrado com uma pressão 10% maior, pois eles perdem pressão naturalmente e na hora da emergência ninguém deseja um pneu vazio.


BANNER ARTIGOS

Categoria: Artigos, Suspensão

About the Author ()

Profissional do ramo automotivo, dedicado a fornecer as informações necessárias, para a construção de uma relação positiva entre os consumidores e reparadores.