Pediu para passar o aparelho e não resolveu?

| 10 de novembro de 2013 | Nenhum Comentário


Se você é um consumidor, e pensa que passar o aparelho vai resolver uma falha de motor, prepare-se para jogar dinheiro fora!

Um Scanner ou “APARELHO” não tem o papel de fornecer o diagnóstico final à respeito do defeito do veículo, e nunca se deve levar o veículo para “passar o aparelho” e depois comprar peças por conta própria, pois você corre grande risco de gastar  seu dinheiro, não resolver o problema e ter que ficar com a peça sem a possibilidade de reaver seu dinheiro de volta ou mesmo conseguir a troca por outro produto. Muito consumidores pagam para passar o aparelho, não deixam o veículo na oficina e depois ficam com raiva do profissional quando a troca da peça indica não resolve o problema. Você pode estar pensando que o profissional errou na indicação dessas ou daquela peça, mas em muitos  casos o que o profissional relata é a informação indica na tela do equipamento e o consumidor acaba tomando a frente e comprando a peça por conta própria na base do achômetro. Claro que alguns profissionais informam que a leitura gerada precisa de uma maior análise, mas tem alguns que não o fazem. Sendo assim vale mais o acompanhamento do diagnóstico do que usar o achômetro.

O diagnóstico de injeção é bem mais complexo do que parece, e o diagnóstico feito com o Scanner deve ser acompanhado de:

Para falhas de motor

  • Ter conferido o ponto da correia dentada
  • Ter conferido o avanço do distribuidor caso exista na forma correta, ou seja, para carros que precisam de travamento eletrônico, que o processo tenha sido feito da forma correta e nos informar o grau aplicado.
  • Ter aferido a compressão dos pistões
  • Ter conferido o vácuo do motor com o auxilio de um simples vacuômetro analógico
  • Ter avaliado a possível entra de ar falso no sistema de alimentação (coletor e outros)
  • Ter avaliado a voltagem da bateria com o motor desligado, ligado e no momento da partida com o motor ainda frio
  • Ter avaliado o aterramento do sensor de oxigênio e seu funcionamento como também o código da peça e ter realizado uma conferência em tabela original
  • Ter avaliado o código dos sensores e atuadores montados no veículo como também o fabricante de cada peça
  • Ter avaliado a pressão e a VAZÃO da bomba de combustível como também a estanqueidade da linha de pressão por 02 minutos
  • Ter avaliado o estado do liquido de arrefecimento, sua condutividade elétrica e se existe algum vazamento em um teste de pressão de no mínimo 10 minutos
  • Ter avaliado a existência de água junto a sensores, chicotes e módulos de comando
  • Ter avaliado o real estado do catalisador através de sua desmontagem parcial ou se existem obstruções no sistema de exaustão ou vazamentos de gases próximos a sonda
  • Ter conferido o código das 04 velas de ignição mesmo se forem novas ou recentemente trocadas
  • Ter conferido o estado dos Cabos de Velas, se a marca é a indicada pelo fabricante e o seu estado quanto a resistência e testes de fuga de corrente com detector de fuga liquido incluindo o conector quando resistivo.
  • Ter conferido o estado da Bobina de ignição, seu código, fabricante correto, resistência secundária e primaria e ter feito teste com detector de fuga de corrente com liquido condutor em busca de trincas ou outros.
  • Ter conhecimento dos serviços realizados no veículo nos últimos meses.
  • Análise precisa e detalhada de todos os códigos e leituras informadas pelo Scanner apropriado ao seu veículo.

Munido das informações acima o profissional já pode ter um grande conhecimento do estado do sistema e assim dar um diagnóstico preciso do defeito, solução para problema e  um orçamento justo. Então todo e qualquer investimento será realmente necessário para que se finalize o problema do veículo, ou seja, passar o aparelho é fundamental, mas com certeza não se pode desprezar os outros fatores que podem apresentar sintomas que em alguns casos são idênticos entre si e que colocam a experiência dos profissionais a prova todos os dias.


BANNER ARTIGOS

Categoria: Artigos, Falha Motor, Injeção Eletrônica

About the Author ()

Profissional do ramo automotivo, dedicado a fornecer as informações necessárias, para a construção de uma relação positiva entre os consumidores e reparadores.