O que torna um carro bom ou ruim?

| 9 de abril de 2014 | Nenhum Comentário

Entenda as diferenças e características relevantes e faça um bom negócio.

Paro em um posto após 6hs ao volante, peço um X salada, e logo sinto uma cutucada e sou surpreendido por uma jovem de meia idade que lança uma questão muito recorrente! Quero comprar um carro bom, qual você indica? A resposta é simples, não existem carros ruins ou bons, mas sim, decisões equivocadas por parte do comprador que muitas vezes se deixa levar pelo desejo de pegar o brinquedo novo rapidamente ou ter alguma vantagem cósmica, em um, ou outro modelo, trocando em miúdos, um carro que não precise de manutenção!

 

car

VERDADE NUA E CRUA

Prepare-se, pois a realidade é que carro demanda manutenção e não importa se este custou 28 ou 100 mil reais, pois a manutenção já pinta nos primeiros 5 mil quilômetros de uso, na revisão da própria concessionária e seu custo só aumentará com o passar do tempo e caso você esteja pensando em pular as revisões, não tem problema, mas tenha certeza que o atraso cobrará juros e a mordida vai vir de uma só vez e pode pegar você de calças curtas. Entre outras palavras, pense em um avião que custa 80 milhões de dólares e que demanda uma revisão periódica, e que a companhia pulará suas revisões na intenção de escapar da despesa? Se você acredita que a prática da companhia aérea coloca a vida dos passageiros em risco, é bom olhar com carinho para a revisão do seu carro.

1/3

Muitas financeiras determinam que a parcela do veículo financiado não ultrapasse 1/3 da renda do cliente, mas é preciso lembrar que um carro usado pode facilmente levar outro terço de sua renda. Ok, calma, tome um copo de água, respire e volte a si, mas sem se enganar, pois um carro usado com manutenções atrasadas pode comer facilmente 5 mil reais de manutenção por ano, sim, de manutenção, o que não inclui despesas com gasolina, documentos, impostos, multas, seguro e seu vizinho pingainhada que resolveu dar uma totó no seu carro e fez você desembolsar por conta própria a franquia do possante.

Bom ou Ruim

Existem detalhes característicos de projetos que podem não agradar um ou outro consumidor ou mecânico, mas afirmar que um projeto é ruim ou bom é algo muito difícil tecnicamente, mas claro que o mesmo não se aplica à aceitação do mercado quanto ao design e o valor de revenda, então é importante que você saiba que  carro a muito tempo deixou de ser investimento e passou a ser  um item de consumo e que demanda despesa constante em troca do conforto proporcionado.

BANNER ARTIGOS

Categoria: Injeção Eletrônica, Motor Mecanica, Suspensão

About the Author ()

Profissional do ramo automotivo, dedicado a fornecer as informações necessárias, para a construção de uma relação positiva entre os consumidores e reparadores.