O motor é do seu carro? Tire a dúvida antes de retificar o motor.

| 23 de maio de 2014 | Nenhum Comentário

Os números são utilizados para vistorias e suas localizações são parecidas na maioria dos projetos, e conferir esse número pode ser algo muito útil, principalmente antes de um reparo no motor que demande sua remoção.

 

 

Em nosso canal YouTube você encontrará uma centena de locais onde a numeração é marcada, e basca clicar aqui e fazer uma pesquisa rápida.

SUPER DICA

Uma dica muito legal é coletar o número toda vez que for realizado um reparo no motor que demanda sua retirada, pois assim tanto o reparador quanto o proprietário estarão seguros, caso ocorra  alguma dúvida se o motor é do carro ou se foi trocado. Nós da Doutor Carro só removemos motores após um laudo de perícia, para nos resguardamos e ainda realizamos uma conferência conjunta com o cliente antes da entrega do veículo, finalizada com sua assinatura em um termo de conferência do numero junto com o cliente.

QUEM TROCOU MEU MOTOR?

Você pode estar pensando que o motor do seu carro pode apresentar erro na numeração só por má fé de alguém, mas e se você já comprou o carro com o numero errado, ausente ou adulterado? Como o profissional se resguardará neste caso, ou seja, como o reparador e o consumidor vão se entender? Por isso recomendamos o laudo, pois assim a empresa de inspeção indicará a legitimidade do número antes da movimentação do motor. Um caso muito comum é o dos motores CHT que equipavam a Ford e a VW que tinham sua numeração marcada em uma chapinha de alumínio fixada em um parafuso atrás do cabeçote e que muitas vezes era removida por desconhecimento de que era na verdade a identificação do motor, sem falarmos claro dos motores de carros importados dos EUA que não continham tal marcação e para finalizar, os motores Vortec da GM, que muitas vezes apresentam numeração irregular mesmo sendo originais e que demandam regularização através de um processo super trabalhoso.

Veja também:

Dicas para comprar um carro e não se arrepender.

MOTORES A BASE DE TROCA

Em um passado não muito distante, os motores eram vendidos normalmente a base de troca, ou seja, era raro o controle do número do motor e o vistoriador apenas se concentrava em verificar o número do chassis e quando olhava a numeração do motor ele apenas pedia para conferir a nota fiscal de compra do motor, mas na época que fora proibida a troca dos motores, as retificadoras de motores passaram por um reboliço até se adequarem a nova realidade e até os desmanches que vendiam motores também tiveram que se ajustar. Hoje ainda é possível comprar um motor usado e aplica-lo no carro, mas desde que esteja acompanhado da nota fiscal, que o carro doador tenha sido baixado no sistema e que seja realizada uma nova marcação de um número fornecido pelo Detran, mas atenção, pois o documento do carro passará a indicar esse processo e isso poderá desvalorizar seu veículo.

CAMBIO E DIFERENCIAL

Cuidado com essas peças, pois se sua numeração não bater também, você vai se incomodar, pois elas possuem seus números e eles constam no sistema e relatórios do Detran, em vistorias completas eles podem estar incorretos e você terá uma dor de cabeça igual a do motor.

VIDROS

Se você nunca levou seu carro para o Detran vistoriar, você precisa ficar atento, pois o vistoriador olha o código de todos os vidros, então é bom desistir de comprar vidros em desmanche, pois isso vai dar uma bela dor de cabeça nas vistorias, já que os vidros também são codificados.

BANNER ARTIGOS

Tags: , , , , , , , ,

Categoria: Falha Motor, Motor Mecanica

About the Author ()

Profissional do ramo automotivo, dedicado a fornecer as informações necessárias, para a construção de uma relação positiva entre os consumidores e reparadores.