Não troque peças antes de todos os testes!

| 16 de outubro de 2013 | Nenhum Comentário

Se você ainda insiste em usar o Achômetro, se prepare para jogar dinheiro fora.

Na matéria Marcha Lenta e o Atuador injustiçado nós descrevemos vários dos erros mais comuns em diagnósticos de falhas da marcha lenta, mas o vídeo da matéria que você está lendo pode completar, ou melhor auxiliar você no momento da interação junto ao profissional.

A dúvida ainda surge presente nas questões recebidas sobre o atuador e o paradigma presente no seu diagnóstico. Um bom Scanner é fundamental no diagnóstico de um atuador, pois em alguns sistemas o equipamento pode ordenar que o módulo acione o atuador e assim é possível avaliar sua alimentação e funcionamento. O Scanner também pode apresentar ao profissional as informações relevantes de outros sensores que quando defeituosos podem gerar uma informação irregular ao módulo de comando da injeção eletrônica. Componentes defeituosos ou desregulados podem gerar uma informação ao módulo de comando da injeção que por sua vez ordena um movimento ao atuador da marcha lenta por exemplo. O acionamento irregular de um atuador não defini de imediato um defeito do componente, pois ele pode estar cumprindo apenas uma ordem baseada em informações erradas ou fora de parâmetro provenientes de sensores ao módulo.

Confira mais uma matéria relevante que trata do Atuador da Marcha lenta injustiçado.


BANNER ARTIGOS

Categoria: Artigos, Correia Dentada, Direção, Elétrica, Falha Motor, Freios, Injeção Eletrônica, Motor Mecanica

About the Author ()

Profissional do ramo automotivo, dedicado a fornecer as informações necessárias, para a construção de uma relação positiva entre os consumidores e reparadores.